quinta-feira, 24 de junho de 2010

…É que talvez não valha o esforço. E quando isso se aplica à maioria das atividades que lhe surgem, temos um estado crítico generalizado desmotivacional.

Se é tristeza, antisocialidade, tanto faz. O que importa é que se coloca todas os pesos numa balança e o contrapeso, o seu canto inerte, sempre vence. É uma escolha.

Talvez isso caracterize um problema. Não sei. Quando o peso e/ou o contrapeso mudar, outra escolha será feita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário